Home / Fiscalização de Trânsito / Linha chilena quase provoca tragédia em Dourados

Linha chilena quase provoca tragédia em Dourados

Uma linha “chilena”, ou linha de competição, fabricada com pó de quartzo quase provoca uma tragédia em Dourados.

O fato ocorreu na tarte de domingo (18) quando um motociclista ao trafegar pela Rua Antônio Emílio de Figueiredo na região do Jd Climax, ao se aproximar do semáforo percebeu a linha e para se livrar dela colocou a mão a frente e teve o dedo levemente cortado, parando bruscamente a motocicleta que conduzia.

No entanto para sua surpresa percebeu que a linha já havia cortado várias partes da carcaça de plástico e de borracha de sua motocicleta.

“Segundo o condutor ele estava bem devagar e deu tempo de parar, pois se a linha tivesse enroscado no meu corpo poderia ter havido uma tragédia”.

A linha chilena mesmo pegando devagar cortou o dedo do motociclista que teve um pequeno ferimento.

A Guarda Municipal foi acionada porém não foi possível identificar quem soltava aquela pipa com linha chilena, os Guardas tiveram que usar uma faca para cortarem a linha que enroscou na motocicleta.

Momentos antes no Ceper Arnulfo Fioravante a GMD já tinha recolhido abandonado um carretel com linhas com cerol e linha chilena.

A Guarda Municipal vem orientando a população constantemente dos perigos desse material, pedindo para que não se vendão ou não fação o uso do cerol ou linha chilena ao brincar com as pipas, pois os riscos são grandes.

Já foram realizadas 15 apreensões de linhas com cerol e chilenas e os usuários advertidos.

Segundo o Diretor de Operações Evaldo Eliandro, ” precisamos que a população denuncie essas situações como forma de prevenção, nos telefones 153 e 199. As equipes estão na rua e orientadas a recolherem esses matérias altamente nocivo as pessoas.

About guardadourados

Veja também!

PAI E FILHO SÃO PRESOS PELA GUARDA MUNICIPAL COM ARMA DE FOGO

Equipes da ROMO MOTOS da Guarda Municipal realizavam fiscalização do Toque de Recolher no bairro …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *